RIBEIRO ROCHA JULIO 
A AVAREZA DO JOVEM RICO
A AVAREZA DO JOVEM RICO

 

Aproximou-se de Jesus um jovem príncipe, que era rico, e se ajoelhou diante de Jesus, dizendo: “E perguntou-lhe um certo príncipe, dizendo: Bom Mestre, que hei de fazer para herdar a vida eterna?” (Lucas 18:18) 

Respondendo ao jovem, disse-lhe Jesus:

“...Porque me chamas bom? Ninguém há bom, senão um, que é Deus.”(Lucas 18:19)

Continuando, perguntou ao príncipe:

“Sabes os mandamentos: Não adulterarás, não matarás, não furtarás, não dirás falso testemunho, honra a teu pai e a tua mãe.” (Lucas 18:20)

Muito seguro de si, e certo que a sua salvação estava assegurada, respondeu o jovem a Jesus:

“.....Todas essas coisas tenho observado desde a minha mocidade.” (Lucas 18:21) 

Em Marcos, capítulo 10, versículo 21, diz: 

“E Jesus, olhando para ele, o amou e lhe disse: Falta-te uma coisa: Vai, vende tudo quanto tens, e dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem, e segue-me.”

Aquela afirmativa de Jesus deixou o príncipe jovem muito triste, pois era muito rico, dono de várias fazendas.  

Hein, Edir Macedo! Valdemiro Santiago! RR Sores! E outros chefões! Façam o que Jesus mandou o jovem rico fazer.

Será que eles o farão?

A Bíblia não diz que a fortuna do príncipe rico teria procedência desonesta.

E a fortuna destes chefões? As toneladas da dinheirama dos dízimos, ofertas e doações foram para onde?

A Palavra de Deus não lhes reserva boa coisa se não se converterem dos seus pecados.