RIBEIRO ROCHA JULIO 
A RESIGNAÇÃO DE JESUS À VONTADE DO PAI
A RESIGNAÇÃO DE JESUS À VONTADE DO PAI

 Jesus, o Filho de Deus, submisso à vontade do Pai, sabia que os que eram seus O rejeitariam. Portanto, desprezariam a salvação trazida pelo Reino de Deus que chegara ao Seu povo através de nosso Senhor Jesus Cristo. Cujo Reino foi grandemente anunciado pelo Filho do Homem. Salvador e Redentor das nossas almas.

Sua doutrina era uma mudança de paradigma para os Judeus, pois o Senhor Deus mandara o seu Reino para o meio do Seu povo. Porém, pelo dito povo Jesus foi rejeitado.

E assim sendo, foram abertas as portas da salvação para os que aceitassem o Evangelho do Seu Filho Amado.

Escribas, fariseus, principais dos sacerdotes e anciãos. Todos, cheios de inveja, não deram guarida a Jesus, tentando de todas as maneiras a acabar com Ele, até que o levaram à morte.

Para nos salvar Ele foi traído, ultrajado, cuspido, escarnecido, açoitado e crucificado.

Ele, na hora que já expirava, estando crucificado entre dois malfeitores, ainda salvou um deles, dizendo:

Em verdade te digo que hoje estarás comigo no Paraíso.”