RIBEIRO ROCHA JULIO 
APOSTASIA E O FOGO ETERNO
APOSTASIA E O FOGO ETERNO

 

O livro de Hebreus nos revela a queda dos homens iluminados, que provaram o dom celestial, que tropeçaram, deixando a sua salvação irreversível, e tiveram queda mortal, sendo lançados no fogo eterno. Estas coisas, porém, continuam acontecendo. E continuarão!

Estes fatos, porém, não são raros. Eles, apesar de conhecedores e provadores da boa palavra de Deus e das virtudes do século futuro,   procuraram e procuram a sua própria caída em desconcerto com a Palavra de Deus, querendo levar o Redentor das nossas almas à crucificação. Deste modo, praticam mortais pecados, não encontrando perdão diante do Senhor nosso Deus.

Sobre os tais assim está escrito:

Porque é impossível que os que já uma vez foram iluminados, e provaram o dom celestial, e se fizeram participantes do Espírito Santo,  E provaram a boa palavra de Deus e as virtudes do século futuro E recaíram, sejam outra vez renovados para arrependimento; pois assim quanto a eles, de novo crucificam o Filho de Deus, e o expõem ao vitupério. Porque a terra que embebe a chuva, que muitas vezes cai sobre ela, e produz erva proveitosa para aqueles por quem é lavrada, recebe a bênção de Deus;  Mas a que produz espinhos e abrolhos, é reprovada, e perto está da maldição; o seu fim é ser queimada.” (Hebreus 6:4-8)

Eles pecam grandes pecados, sobre os quais não há perdão, porque eles renegam a Cristo, querendo vê-Lo outra vez crucificado. Terrível blasfêmia! Não há como serem perdoados. Mas, você amado leitor, poderá dizer que em 1ª. João, capítulo 2, versículo 1, diz: “... se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo.”

               Ora, não confundamos, pois que no mesmo capítulo 2, também está escrito:

Aquele que diz: Eu conheço-O, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade.” (versículo 4)    

Aquele que diz que está nele, também deve andar como ele andou” (versículo 6)

Aquele que diz que está na luz, e odeia a seu irmão, até agora está em trevas.” (versículo 9)

“Qualquer que nega o Filho, também não tem o Pai; mas aquele que confessa o Filho, tem também o Pai.”(versículo 23)

João, na sua 1ª. Epístola Universal, capítulo 3, versículo 8, deixa bem claro ao afirmar:

“Quem comete o pecado é do diabo; porque o diabo peca desde o princípio. Para isto o Filho de Deus se manifestou: para desfazer as obras do diabo.” 

Os pecados que o nosso Advogado Celestial pode nos defender são os praticados de maneira involuntária, Ele (nosso Advogado) poderá interceder junto ao Pai. Não obstante, se houver reincidência de tal ato, este será voluntariamente, visto que assim está escrito:

“Porque, se pecarmos voluntariamente, depois de termos recebido o conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados, Mas uma certa expectação horrível do juízo, e ardor de fogo, que há de devorar os adversários.  De quanto maior castigo cuidais vós será julgado merecedor aquele que pisar o Filho de Deus, e tiver por profano o sangue do testamento, com que foi santificado, e fizer agravo ao Espírito da graça? Porque bem conhecemos aquele que disse: minha é a vingança, eu darei a recompensa, diz o Senhor. E outra vez: O Senhor julgará o seu povo. Horrenda coisa é cair nas mãos do Deus vivo.”(Hebreus 10:27-31)

Vê-se, portanto, que a apostasia dos iluminados é coisa terrível, e não serão alcançados pelo perdão. Pela graça divina, que antes abundara neles.

O dicionário pátrio nos explica o significado das palavras abaixo: 

Expectação: O mesmo que expectativa; o mesmo que ação ou efeito de esperar por algo.

Virtudes: Disposição constante do Espírito que nos induz a exercer o bem e evitar o mal.

Vitupério: Censura áspera a alguém; ato vergonhoso ou desonroso; insulto; injúria; ultraje. Infâmia.

Abrolhos: Plantas de fruto espinhoso, e  espinhos dessas plantas.

Apostasia: Renúncia ou abandono de uma crença religiosa. É o mesmo que  abjuração e renegação.