RIBEIRO ROCHA JULIO 
DEUS RESGATA O HOMEM
DEUS RESGATA O HOMEM

                                       

Fedorento, besta, valentão, orgulhoso e merecedor de tantos outros adjetivos. Assim é o homem. Pensa que é alguma coisa. Não o é. Nem se lembra de agradecer a Deus pelas bênçãos comuns que o Senhor lhe concedeu, dando-lhe um bom emprego, sucesso nos negócios e dezenas de bênçãos.

Ele se esbanja com as delícias que o reino deste mundo lhe oferece.

O homem morre. Poucos dias após a sua morte, o seu corpo ficará infestado de bichos. O homem é só catinga. Aliás, ele sempre foi catinga. Seus excrementos fedem.  Seus gases são fedorentos. Horrorosos!

O homem viva nas trevas, conforme está escrito:

“Dando graças ao Pai que nos fez idôneos para participar da herança dos santos na luz; O qual nos tirou da potestade das trevas, e nos transportou para o reino do Filho do seu amor.” (Colossenses 1:12-13) 

O homem vive em trevas e poderá morrer nelas, perdendo assim a salvação.

É este mesmo homem que o Senhor Jesus resgata-o das trevas, trazendo-o para a luz onde nós estamos. Perdoa todos os seus pecados. Batiza-o com o Espírito Santo e o leva para o Céu.

Resgatado das trevas, Deus unge o homem, reveste-o de poder. E usando-o grandemente faz curas, prodígios e maravilhas.

Este homem é lavado, santificado, justificado em nome do Senhor Jesus, e pelo Espírito do nosso Deus. (1 Coríntios 6:11) 

Uma vez trazido para a luz, o homem é transformado no templo santo e morada do Espírito Santo (1 Coríntios 6:19). Amém!

Deus faz uma reforma radical na vida do ser humano. Porém, alguns, por falta de conhecimento bíblico, se desviam dos caminhos do Senhor. Outros, conscientemente, torcem a palavra de Deus, indo pelo caminho da perdição, levando milhões com ele. E até mercadejam a palavra de Deus, acumulando fortunas incalculáveis. Estes são os cães.