RIBEIRO ROCHA JULIO 
O DIABO TENTOU A JESUS
O DIABO TENTOU A JESUS

 

Após Jesus jejuar quarenta dias e quarenta noites, o diabo aproximou-se de Jesus para tentá-Lo. Jesus, no entanto, resistiu  às tentações do inimigo, conforme nos descreve os textos seguintes.

 

Primeira tentação (Mateus 4:3-4)

Chegando, então, o tentador, disse-lhe: “Se tu és Filho de Deus manda que estas pedras se tornem em pães.”

Jesus lhe respondeu com a palavra de Deus:

“Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que sai da boca de Deus.”

 

Segunda tentação (Mateus 4:5-7)

Vivendo só para tentar, satanás não desistiu. “Então o Diabo o levou à cidade santa, colocou-o sobre o pináculo do templo, e disse-lhe:

 “Se tu és Filho de Deus, lança-te daqui abaixo; porque está escrito: Aos seus anjos dará ordens a teu respeito; e eles te susterão nas mãos, para que nunca tropeces em alguma pedra.”

Replicou-lhe Jesus usando a palavra de Deus:  “...Também está escrito: Não tentarás o Senhor teu Deus.”

 

        Terceira tentação (Mateus 4:8-11)

Com a resposta da segunda investida, o demônio sabia que estava lidando com Deus, mas não desistiu, visto que ele é o tentador.

Novamente o Diabo o levou a um monte muito alto; e mostrou-lhe todos os reinos do mundo, e a glória deles; e disse-lhe: Tudo isto te darei, se, prostrado, me adorares.”

Usando a palavra de Deus, ordenou-lhe Jesus:

“... Vai-te, Satanás; porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a ele servirás.”

Conhecendo as escrituras, o diabo sabia que Jesus era o Deus Forte, o Príncipe da Paz. Todavia, sendo audacioso como o é, ele tentou a Jesus até a terceira vez, e nesta foi derrotado e expulso da presença do Filho do Deus. Então vieram os anjos e O serviram.

        Satanás, mesmo sabendo que Jesus também era Deus, prevaleceu-se do seu estado de homem. Ofereceu-lhe coisas, que estariam ao Seu alcance. Contudo, o propósito do Filho de Deus era outro: Fazer a vontade do Pai celestial.