Criar um Site Grátis Fantástico
A GRANDE PROSTITUTA
A GRANDE PROSTITUTA

Um dos anjos que tinham as sete taças falou com João, e disse:

“Vem, mostrar-te-ei a condenação da grande prostituta que está assentada sobre muitas águas;” (Apocalipse 17:1)

O anjo mostra a João o destino da Grande Prostituta, que também é chamada de a Grande Babilônia  (Apocalipse 17.5)

Hernandes Dias Lopes, comentarista do Apocalipse, apresenta cinco pontos que identificam a Grande Prostituta, que também é tratada como a Grande Meretriz, conforme o autor descreve:

1)“...o contraste entre a noiva e a meretriz; entre a nova Jerusalém e a grande Babilônia.”

2) “...a grande meretriz é conhecida pela sua influência mundial (Apocalipse 17; 1, 15)”

3) “...a grande meretriz é conhecida pela sua riqueza (17.4.)”

4) “...a grande meretriz é conhecida por sedução (17: 2,4,5”)

5) “...a grande meretriz é conhecida pela sua violência (17:6)

A Grande Prostituta é uma igreja apostatada. Uma igreja falsa. Uma igreja que já começou caída. Seus líderes e seguidores dizem que amam ao Deus Altíssimo, mas não cumprem os seus mandamentos (Deuteronômio 5:8 e 9; Êxodo 20:1 a 4; Levítico19:4; Salmo 115:8; Isaías 42:8); Dizem que amam a Jesus, porém, não guardam os seus mandamentos (João 14.15); Não examinam as Escrituras (João 5.39). Eles misturam o Pai, o Filho e o Espírito Santo com coisas reprovadas pelo Trono de Deus.

Os líderes e congregados da igreja apostatada, da GRANDE PROSTITUTA, não amam os seus inimigos (Mateus 5.44); a igreja apostatada matou milhões de pessoas inocentes. Todos ignoram a mensagem de Jesus na Cruz, pois Jesus amou os que estavam lhe pregavam na Cruz (Lucas 23.34). Eles renegam a Jesus.

A igreja caída se disfarça querendo  servir ao Senhor Nosso Deus, mas não  O serve, pois mistura Deus com muitos deuses que tem bocas, mas não falam; tem olhos, mas não veem; tem ouvidos, mas não ouvem; tem pernas, mas não andam; tem mãos, mas não apalpam; tem pés, mas não andam; nem som alguém sai da sua garganta. Tornam-se semelhantes  a eles os que os fazem  e todos que neles confiam (Salmo 115.5 a 8)   

Número 1, refere-se à noiva do Cordeiro, que é fiel, mas a meretriz é infiel. A Nova Jerusalém é uma cidade santa, porém, a grande Babilônia é maldita. A Nova Jerusalém é luz, mas a grande Babilônia é treva.

A Igreja dos salvos é a noiva do Cordeiro, mas a meretriz é a noiva de Satanás.

 A grande prostituta tem um letreiro na testa, conforme o versículo 5, capítulo 17, diz: “E na sua testa estava escrito o nome: Mistério, a grande Babilónia, a mãe das prostituições e abominações da terra.

A meretriz, que é a mãe das prostituições, deu a luz à prostituição religiosa, levando seus erros doutrinários abomináveis aos habitantes da terra.  Seus templos estão em todos os recantos do mundo, porquanto os do mundo gostam dos seus enganos doutrinários.

A mãe da prostituição despreza o Deus verdadeiro, e inventa muitos deuses, a saber:

- dos motoristas, dos pescadores, da chuva, casamenteiro, protetores das cidades do mundo inteiro e mais milhões de deuses.

Número 2, a grande prostituta tem amantes religiosos no mundo inteiro, cujo líder é exaltado acima de todos neste globo que se chama terra.

Um dos sete anjos que tinham as sete taças mostrou a João a condenação da grande prostituta que está assentada sobre muitas águas (Apocalipse 17.1), as águas “...são povos, e multidões, e nações, e línguas. (Apocalipse 17.15)

A grande prostituta terá sua condenação eterna, e será jogada no logo de fogo para o sempre. Amém!   

Número 3, a grande prostituta  se veste luxuosamente. A grande prostituta construiu e constrói templos majestosos pelos quatro recantos do mundo, em cujos templos coloca nos seus altares e paredes tudo que a Bíblia Sagrada proíbe. Arrecada riqueza pelo mundo inteiro, seus tesouros tem valores imensuráveis; sua luxúria encanta o mundo, pois é cheia de ouro, pedras preciosas, conforme descreve Apocalipse, capítulo 17, versículo 4:

 “E a mulher estava vestida de púrpura e de escarlata, e adornada com ouro, e pedras preciosas e pérolas; e tinha na sua mão um cálice de ouro cheio das abominações e da imundícia da sua prostituição;”

O prelado dessa religião apóstata se veste de púrpura e de escarlata.

Prelado: Segundo o dicionário priberam da língua portuguesa significa título dos altos dignitários da Igreja.

Púrpura: Cor vermelha escura.

Escarlata: Cor vermelha viva e rutilante, que também é resplandecente.

Rutilante: Resplandecente, luzente, muito brilhante.

Tal cor é utilizada pelo alto escalão da Igreja Católica Romana, pois suas vestes chamam à atenção pelo seu luxo.

A prostituta chama os seus seguidores de povo de Deus, e filhos de Deus. Milhões de milhões, milhares de milhares são enganados, dizendo-se irmãos de Jesus e filhos de Deus.

Os sinais de Jesus não seguem a igreja apostatada, conforme está escrito:

E estes sinais seguirão aos que crerem: Em meu nome expulsarão os demônios; falarão novas línguas;  Pegarão nas serpentes; e, se beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará dano algum; e porão as mãos sobre os enfermos e os curarão.” (Marcos 16.17 e 18)

Nenhum dos seus membros – líderes ou seguidores – fazem  o que está escrito no texto acima. 

Número 4, a prostituta é a ruína dos habitantes da terra, conforme a Apocalipse, capítulo 17, versículo 2, descreve:

Com a qual se prostituíram os reis da terra; e os que habitam na terra se embebedaram com o vinho da sua prostituição.”

Aqui, trata-se de prostituição espiritual e religiosa. Os reis da terra iam e vão aos pés do líder maior da igreja caída. O líder maior vai aos governantes terrenos, o qual é recebido solenemente. E recebe beijos em sua mão.

A meretriz ou prostituta, que é chamada também de Babilônia, representa um sistema religioso apóstata, como já vimos, é ao mesmo tempo infiel e hostil a Deus (Dicionário Bíblico Wycliffe)

João  viu uma mulher na besta, conforme o texto do versículo 3, do mesmo capítulo 17:

E levou-me em espírito a um deserto, e vi uma mulher assentada sobre uma besta de cor de escarlata, que estava cheia de nomes de blasfémia; e tinha sete cabeças e dez chifres.”

  O prelado dessa religião apóstata se veste de púrpura e de escarlata.

        Prelado: Segundo o dicionário priberam da língua portuguesa significa título dos altos dignitários da Igreja.

Escarlata é cor vermelha viva e rutilante, que também é resplandecente.

Tal cor é utilizada pelo alto escalão da Igreja Católica Romana, pois suas vestes chamam à atenção pelo seu luxo.

Número 5, a mulher, que é a mesma grande prostituta, opera com violência, como descreve o capítulo 17, versículo 6: E vi que a mulher estava embriagada do sangue dos santos, e do sangue das testemunhas de Jesus. E, vendo-a eu maravilhei-me com grande admiração.” (Apocalipse 17.6)

Hernandes Dias Lopes, no seu livro de comentário Apocalipse o Futuro  Chegou, diz:

“A meretriz que vive no luxo tem duas armas: sedução e perseguição. Ela seduz, mas também mata. Ela atrai, mas também destrói. Ela está embriagada não do vinho, mas do sangue dos santos e dos mártires.

Sangue dos santos e dos mártires é a mesma coisa. Não há distinção!

O carimbo da prostituta

A prostituta coloca o seu carimbo em todas as partes do mundo. Seu carimbo tem o nome dos santos levantados por ela mesma. E assim, carimba estabelecimentos comerciais, cidades, bairros, navios e outros.

A santa missa da prostituta

A prostituta chama os seus cultos de  santa missa, e nada tem de santa, pois  contraria as Escrituras Sagradas, repetindo descontroladamente  o sacrifício de Cristo, que se deu uma única vez, conforme Hebreus, capítulo 9, versículo 28, que diz: “Assim também Cristo, oferecendo-se uma vez para tirar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o esperam para salvação.”

A prostituta despedaça os

mandamentos de Deus

Deus proibiu  ter outros deuses diante Dele  (Êxodo 20.3; Deuteronômio 5.7), porém, a prostituta tem  muitos deuses criados por ela mesma. Tem deuses para tudo, mas não conhece o Deus verdadeiro que TUDO PODE.

Por fim,  proibiu o Senhor Deus:    Não   farás  para  TI  IMAGEM  DE  ESCULTURA,  nem  alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra.” (Êxodo 20.4; Deuteronômio 5.8) 

A prostituta, porém, lota os seus templos e suas residências com imagens representando pessoas mortas; e tem milhões de lojas, vendendo imagens para todos os gostos. Para sua própria perdição eterna.

Continuando, proibiu  Deus se encurvar diante de imagens, dizendo: “Não te encurvarás a elas nem as servirás;...” (Êxodo 20.5; Deuteronômio 5.9)

O intercessores nas nossas orações são Jesus e o Espírito Santo (Romanos 8.26,27 e 34), mas a doutrina da prostituta coloca como intercessores “nossa senhora” e os anjos.

Provocando a ira de Deus, a prostituta tem muitos deuses, tais como: deus da chuva, deus casamenteiro, deus dos motoristas, deus dos pescadores, deus dos médicos, deus dos advogados e tantos outros.

Com suas mentiras, a prostituta leva à perdição eterna milhões de milhões, milhares de milhares de seus seguidores, que ficam encantados com os falsos milagres  das imagens fabricadas pelas mãos dos perdidos.

O líder maior da prostituta

A voz do líder maior da prostituta é ouvida nos quatro contos da terra. Ele se apresenta ao mundo todo como sendo o vigário de Cristo, mas não é, como representante de Deus na terra, mas não é.

A prostituta e a tradição

Em 1546, o líder máximo do prostituta colocou suas tradições semelhantes à Bíblia Sagrada.

Note Bem:

Sobre a tradição dos homens, Jesus respondeu aos fariseus e escribas:

“E assim invalidastes, pela vossa tradição, o mandamento de Deus.” (Mateus 15.6)

O anjo explica a João o sentido das sete cabeças e os dez chifres

As   sete   cabeças   SÃO  SETE MONTES,  sobre  os   quais   a    mulher está  assentada (Apocalipse 17.9), E SÃO TAMBÉM SETE REIS; cinco já caíram, e um existe; outro ainda não é vindo; e, quando vier, convém que dure um pouco de tempo.” (Apocalipse 17.10)

A meretriz está embriagada não do vinho, mas do sangue dos santos e dos mártires. A meretriz está assentada sobre SETE MONTES.

A meretriz  matou milhões de pessoas inocentes e os verdadeiros seguidoras de Jesus através das cruzadas religiosas comandadas pelos papas como já vimos em capítulo anterior desta obra.

A maldita “santa” inquisição católica romana matou por quase 10 séculos. Os historiadores perderam a  conta do número dos santos de Jesus, que foram assassinados e martirizados.

Roma tem SETE MONTES, onde fica o Vaticano, onde fica o chefe maior da matrizes, que é o papa.

Os papas se apresentavam como vigário de Cristo, representantes de Deus na terra, e matavam em nome de Deus. Eles (os papas) ignoravam  a mensagem de Jesus de amar o inimigo (Mateus 5.44). De tal sorte, ignoraram e continuam ignorando a mensagem redentora do Salvador na Cruz, quando Ele clamou ao Pai para perdoar os que lhe maltratavam (Lucas  23-34)

Concluímos a interpretação do contexto a Grande Prostituto, com fundamento em dois pontos:

1- A Grande Prostituta,  que é a Igreja Católica Romana, que já nasceu apostatada,  tem sede em Roma, que está assentada sobre os montes, os quais são:

Capitólio, Quirinal, Viminal, Esquilino, Palatino, Célio, Aventino.

2- A Grande Prostituta estava “...embriagada do sangue dos santos, e do sangue das testemunhas de Jesus... “ (Apocalipse 17.6).

Os papas, que são os líderes maiores da Grande Prostituta, mataram os verdadeiros seguidores de Jesus. Os papas se atualizando das Cruzadas Religiosas  mataram milhões pessoas inocentes. Os papas utilizando-se da maldita “santa” inquisição Católica Romana mataram por quase 10 séculos. Mataram milhões de pessoas inocentes.

Os papas afrontaram e afrontam ao Senhor Nosso Deus, conforme Êxodo, capítulo 20, versículo 13 “Não matarás.” Deuteronômio, capítulo 5 versículo 17 “Não matarás.”

Jesus mandou amar os nossos inimigos (Mateus 5.44), mandou amar o nosso próximo como o nós mesmos (Mateus 22.39). Jesus amou os que lhe pregavam na cruz (Lucas 23.34)

Os papas mataram os seus inimigos. Mataram os seus próximos.