Criar um Site Grátis Fantástico
O JUÍZO DE DEUS SOBRE OS ÍMPIOS
O JUÍZO DE DEUS SOBRE OS ÍMPIOS

O castigo de Deus virá sobre os

 ímpios, e livrará os salvos

O contexto desta passagem diz que os israelitas fiéis serão salvos dos perigos iminentes, pois João vê e descreve as coisas que hão de acontecer, conforme Apocalipse, capítulo 7, versículo 1:

E DEPOIS destas coisas vi quatro anjos que estavam sobre os quatro cantos da terra, retendo os quatro ventos da terra, para que nenhum vento soprasse sobre a terra, nem sobre o mar, nem contra árvore alguma.”

“Outro anjo subindo da banda do sol nascente e que tinha o sele do Deus vivo; e clamando com grande voz aos quatros anjos, a quem fora dado o poder de danificar a terra e o mar. Dizendo: Não danifiqueis a terra, nem o mar, nem as árvores, ATÉ QUE HAJAMOS ASSINALADO NAS SUAS TESTAS OS SERVOS DO NOSSO DEUS. ” (Apocalipse 7.2-3)

É o selo de Deus vivo, representa propriedade celestial, que significa segurança para vida eterna. O dicionário bíblico Vine, editado pela CPAD, diz que “as pessoas a serem seladas estavam guardadas da destruição e marcadas para a recompensa.”   

Os assinalados são cento e quarenta e quatro mil assinalados das doze tribos dos filhos de Israel. De cada tribo, doze mil assinalados. (Apocalipse 7.4-8)

Não haverá  danificação até que sejam assinalados os 144 mil israelitas fiéis. Os anjos não deixarão  avançar os quatro ventos,  a fim de executar o juízo de Deus, enquanto não for cumprida a primeira missão. 

Há 594 anos antes de Cristo, através do profeta Ezequiel, o Senhor Deus anunciou castigo e salvação ao povo de Israel. (Bíblia de Estudo do Expositor, de Jimmy Swaggart).

Esse castigo e salvação sobre os Israelitas, ainda não aconteceram, porquanto, está anunciado em Apocalipse,  capítulo 7, versículos 1 a 8. E serão cumpridos literalmente.

Em Ezequiel, capítulo 9, versículo 4, diz o Todo Poderoso: “Passa pelo meio da cidade, pelo meio de Jerusalém, e marca com um sinal as testas dos homens que suspiram e que gemem por causa de todas as abominações que se cometem no meio dela.”

O comando do anticristo será sobre toda a terra. Contudo, os selados ficarão livres dos gafanhotos que subirão do poço do abismo, quando o quinto anjo tocar a sua trombeta. Os gafanhotos vem com um poder terrível e atormentarão os ímpios – adultos e meninos -, mas os selados não serão atormentados (Apocalipse 9. 1,2,4, Ezequiel 9.6)

Além dos israelitas, são muitos os assinalados, conforme Efésios, capítulo 1, versículo13, que diz:

“Em quem também vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação; e, tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa.” 

Os salvos no meio dos ímpios

Os israelitas assinalados vivem no meio dos ímpios, com o sinal colocado pelos anjos, conforme descrevem os versículos 5 e 6, do capítulo 9, de Ezequiel: 

E aos outros disse, ouvindo eu: Passai pela cidade após ele e feri; não poupe o vosso olho, nem vos compadeçais. Matai velhos, e jovens, e virgens, e meninos, e mulheres, até exterminá-los; mas a todo o homem que tiver o sinal não vos chegueis; e começai pelo meu santuário. E começaram pelos homens mais velhos que estavam diante da casa.”

Tanto os velhos, jovens, virgens, meninos, e mulheres, pois provocaram a ira do Senhor Deus;  os meninos, já conscientes dos seus erros, estarão em grande pecados porque serão participantes dos mesmos feitos dos demais.

Há 594 anos antes de Cristo, o Senhor Deus anunciou Seu juízo sobre os ímpios.

No ano 96 depois de Cristo, o Filho do Homem anunciou a João as revelações de Apocalipse,  decorrendo-se, portanto, 1922 anos.

Muitas revelações fez Deus  pelos profetas,  nos Evangelhos, cartas e Apocalipse, mas o mundo não entende as coisas de Deus porque “...todo o mundo está no maligno” (1ª João 5.19).

Assim, prefere o mundo viver em trevas, rejeitando a verdade de Deus, preferindo as mentiras de muitos lobos devoradores e falsos profetas (Mateus 7.15); E “...surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos.” (Mateus 24.24).

O Espírito adverte

São Paulo escrevendo a Timóteo, diz:MAS o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios;” (1 Timóteo 4.1)

Neste final de todos as coisas, por não examinar as Escrituras (João 5:39), a queda espiritual do homem tem sido grande, pois  é assustadora a preferência do homem pelas doutrinas ensinadas pelo trono das trevas, cuja recompensa é o preço do danos, que será o tormento eterno.   

Somando-se aos que se apostatarão, tem milhões de milhões que entraram numa religião já apostatada, os quais são do diabo, conforme a Primeiro Epístola de João, capítulo 3, versículo 8,  que descreve:  

“Quem comete o pecado é do diabo; porque o diabo peca desde o princípio. Para isto o Filho de Deus se manifestou: para desfazer as obras do diabo.”

De há muito o anticristo opera, mas nesse tempo final ele tem apressado o seu mal, conforme está escrito em 1ª João, capítulo 2, versículo 18:  

Filhinhos, é já a última hora; e, como ouvistes que vem o anticristo, também agora muitos se têm feito anticristos: por onde conhecemos que é já a última hora.” 

A multidão dos salvos

Depois das coisas já descritas, João olhou, conforme ele diz “... e eis aqui uma multidão, a qual ninguém podia contar, de todas as nações, e tribos, e povos, e línguas, que estavam diante do trono, e perante o Cordeiro, trajando vestidos brancos e com palmas nas suas mãos;”(Apocalipse 7.9)