Hospedagem de Sites com cPanel, PHP, MySQL, Emails e SSL Grátis
PERSEGUIÇÃO CONTRA JESUS
PERSEGUIÇÃO CONTRA JESUS

 

No Evangelho de São João, capítulo 1, versículo 11, diz que Jesus “Veio para o que era seu, os seus não o receberam.”

Foi esse tal povo, usado pelo diabo, que fez cerrada perseguição contra Jesus, conforme  veremos nos textos das Escrituras, que se seguem, citados em resumo:

Em Mateus, capitulo 12, versículos 10 a 14, os fariseus formaram conselho a fim de matar Jesus porque Ele havia curado num sábado um homem que tinha uma das mãos mirrada.

Os fariseus, que eram membros de uma seita judaica, também tentavam matar o Messias (João 12:14)

Jesus sabendo que os fariseus O queriam matar, retirou-se daquele lugar, acompanhando-O uma grande multidão de gente, e Ele curou a todos. E recomendava-lhes rigorosamente que o não descobrissem.” (Mateus 12:15 e 16)

 Os judeus tentavam matar Jesus  porque havia curado um paralítico que se encontrava junto a um tanque, chamado em hebreu Betesda, num dia de sábado. ( João 5:16)

Jesus disse que conhecia Abraão, devido a isto os judeus pegaram em padras, a fim de apedrejá-lo, porém, Jesus ocultou-se. (João 8:58 e 59)

Os judeus queriam matar Jesus porque Ele curou outro paralítico num sábado. Jesus lhes respondeu: “Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também. (João 5:17 e 18). 

Em João, capítulo 7, versículo 30, diz  “Procuravam pois prendê-lo, mas ninguém lançou mão dele, porque ainda não era chegada a sua hora.”

Em João, capítulo 7, versículo 32, Os fariseus ouviram que a multidão murmurava dele estas coisas; e os fariseus e os principais dos sacerdotes mandaram servidores para o prenderem.”  Mas os servidores não o prenderam.

Em João, capítulo 7, versículos 43 e 44, diz: Assim entre o povo havia dissensão (divergência) por causa dele.  E alguns deles queriam prendê-lo, mas ninguém lançou mão dele.  (João 7:44)

Evangelho de São João, capítulo 8, versículo 37, disse JESUS:

“Bem sei que sois descendência de Abraão; contudo, procurais matar-me, porque a minha palavra não entra em vós.” 

João, capítulo 8, versículo 59, os judeus pegaram em pedras para  atirarem em Jesus, mas Ele ocultou-se, saindo do templo, e passou pelo meio deles, e assim se retirou.

Muitos diziam que Jesus tinha demônio, e estava fora de si (João 10:20)

Os judeus pegaram então outra vez em pedras para o apedrejar. (João 10:31) Respondeu-lhes Jesus: Tenho-vos mostrado muitas obras boas procedentes de meu Pai; por qual destas obras me apedrejais? (João 10:32)

Procuravam pois prendê-lo outra vez, mas ele escapou-se de suas mãos. (João 10:39)

Desde aquele dia, pois, consultavam-se para o matarem.(João 11:53)

Ora os principais dos sacerdotes e os fariseus tinham dado ordem para que, se alguém soubesse onde ele estava, o denunciasse, para o prenderem.(João 11:57)