RIBEIRO ROCHA JULIO 
A DESTRUIÇÃO DO POVO DE DEUS
A DESTRUIÇÃO DO POVO DE DEUS

O ser humano – o homem -, independentemente, da religião que a escolheu, pratica atos absurdos que assustam o próprio ser humano. Crimes de todas as naturezas são praticados. Crenças para todos os gostos têm abraçado o homem. A maior parte dos seus atos teria sido evitada se lhe fosse presente o conhecimento da palavra de Deus. Devido a isto, o povo tem sofrido crucialmente.

Com o povo de Deus também não é diferente, pois o Senhor nos adverte no Seu santo livro, dizendo em Oséias, capítulo 4, versículo 6:

“O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento; porque tu rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não sejas sacerdote diante de mim; visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de teus filhos.” 

Usando um texto bem menor, Jesus resume o conteúdo acima, ao afirmar em João, capítulo 5, versículo 39, dizendo:

Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam.”

Fundamentados nos dois textos acima, iniciamos o nosso estudo à luz da Palavra de Deus, pois é nela que existe toda a verdade do Reino de Deus. A verdade que nos liberta do pecado, da morte eterna.

Sobre esta verdade, Jesus disse:

E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.” (João 8:32)

Esta obra não tem objetivo de atacar nenhuma religião, posto que, o protagonista nesta história é o comportamento do homem diante da palavra de Deus, o Todo-Poderoso.

Não adotaremos nenhum radicalismo, porquanto o assunto que vamos enfocar é o comportamento do homem nas igrejas atuais.