RIBEIRO ROCHA JULIO 
A BESTA RECEBERÁ O PODER DO DRAGÃO
A BESTA RECEBERÁ O PODER DO DRAGÃO

 

A besta que João viu “...era   semelhante  ao  leopardo, e os seus pés

como os de urso, e a sua boca como a de leão; e o dragão deu-lhe o seu poder, e o seu trono, e grande poderio.”(Apocalipse 13.2)

Isto demonstra que a besta será poderosa, porém, o seu poder é limitado por Deus, o Todo-Poderoso.

O pastor Elinaldo Renovato, no seu livro o Final de Todas as Coisas – Esperança e Glória para os salvos, apresenta as características que identificam o anticristo – a besta -, conforme destaca:

“Será o governante mundial, um ditador ardiloso, que usará toda a sua influência para obter o apoio  dos povos.”

O pastor Elinaldo Renovato, descreve sobre a besta de sete cabeças e dez chifres, e sobre os seus chifres dez diademas, conforme veremos a seguir:

“Sete cabeças – um homem  superinteligente; dez chifres – poder global; dez diademas – será muito glorioso perante a humanidade; um nome de blasfemas – ele é anti-Deus, antiCristo e anti-Espírito Santo, e blasfemará e levará os povos e blasfemarem contra Deus...”

Continuando, o pastor apresenta as características do anticristo, conforme descreve:

“Será um super-homem, nascido de mulher...; será o líder político-espiritual. Fará grandes coisas (Dn 7.8,20,25); enganará a terra, que clama por soluções (2 Ts 2.9,10). A maioria não quer saber de Jesus, mas aceitará o Anticristo....”

O pastor faz referência a 2 Tessalonicenses, capítulo 2, versículos 9 e

  1. Contudo, queremos fazer referência ao mesmo capítulo 2, versículo 8, que diz “...será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da sua boca, e aniquilará pelo esplendor da sua vinda.”

A cabeça ferida de morte

E vi uma das suas cabeças como ferida de morte, e a sua chaga mortal foi curada; e toda a terra se maravilhou após a besta. (Ap 13.3)

A cabeça ferida de morte representa um líder político-religioso cuja voz é ouvida no mundo todo, e  muito querido por seus seguidores, porquanto diz que “toda a terra se maravilhou após a besta.”

No dia 13 de maio de 1981, na praça São Pedro, no Vaticano, o  papa João II sofreu um atentado, mas sobreviveu e ficou sarado, sendo motivo de muita alegria para os seus devotos espalhados por este globo terrestre.  Desta feita, o papa é cabeça ferida de morte, que sobreviveu.

Os perdidos adorarão o dragão

E adoraram o dragão que deu à besta o seu poder; e adoraram a besta, dizendo: Quem é semelhante à besta? Quem poderá batalhar contra ela?” (Versículo 4)

O propósito do dragão é ser adorado, e o será!

Desde o jardim do Éden que o dragão tem muitas vitórias, afastando   muitos da presença de Deus. O dragão é um implacável tentador e destruidor de almas.

Os perdidos adorarão o dragão e a besta, os quais serão adorados por toda terra (Ap 13, versículos 3,4,8,12)

O comentarista Hernandes Dias Lopes diz que “Esse será o período de grande apostasia. Nesse tempo os homens não suportarão  a verdade de Deus e obedecerão a ensinos  de demônios. O Humanismo idolátrico, o endeusamento do homem e sua consequente veneração  é uma prática  satânica. A adoração ao homem e adoração a Satanás são a mesma coisa.”

A apóstolo são Paulo, na sua 2ª Epístola aos Tessalonicenses, capítulo 2, versículo 3, adverte:

Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição;”

O homem do pecado, o filho da perdição “se opõe  e levante-se contra tudo que se chama Deus ou se adora”,  cujo personagem  - o homem do pecado – faz tudo contrário às Escrituras, porquanto só há uma única e verdadeira adoração, que é em  espírito e em verdade ao nosso Pai Celestial, pois Deus é Espírito (João 4.23-24)

A chegada do dia do Senhor  se dará  “como o ladrão de noite” (1 Ts 5.2); mesmo assim alguns eventos deverão precedê-lo. O dia final do Senhor não virá sem que antes venha a apostasia e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição.  

O homem do pecado, o filho da perdição se assentará  como Deus, no templo de Deus, querendo parecer Deus. (2 Ts 2:4)

No Céu a adoração é contínua, pois a noiva adora o Cordeiro;  na terra, a igreja apóstata adora o anticristo, o qual (o anticristo) derrama sua maldição sobre milhões de milhões que não conhecem Deus.

É assustador o percentual dos habitantes da terra que dizem amar a Jesus,  porém, não guardam os mandamentos de Jesus (João 14.15), pois seguem as doutrinas de Satanás, prestando-lhe cultos de adoração. Milhões de milhões, milhares de milhares  se inebriam com os falsos milagres vindos do trono das trevas, onde habita o enganador.

O mundo já ensaia momentos de adoração à besta e a Satanás, pois  o grande e último plano do anticristo é levar seus súditos a adorá-lo (Ap 13.8,15).

A besta que subiu da terra

João viu outra besta poderosa, porém, diferente da primeira besta, conforme os versículos 11 e 12, do mesmo capítulo 13, que descrevem:

“E vi subir da terra outra besta, e tinha dois chifres semelhantes aos de um cordeiro; e falava como o dragão. (Ap 13.11)

A besta que subirá da terra terá dois chifres, sendo, portanto, uma imitação do Cordeiro de Deus. E é o falso profeta, porque exercerá  todo o poder da primeira besta, e fará que a terra e os que nela habitam adorem a primeira besta, cuja chaga mortal fora curada (Ap 13.12)

A segunda besta, que é o falso profeta, fará grande sinais, de maneira que até fogo descerá do Céu à terra, à vista dos homens (Ap 13.13)  

O poder das duas bestas, será dado por Satanás, que também é o dragão. No livro de Jó, capítulo  1, versículo 16, Satanás fez folgo descer do Céu, e “...e queimou as ovelhas e os moços, e os consumiu; e só eu escapei, para te trazer a nova.” Estas coisas foram permitidas por Deus.