RIBEIRO ROCHA JULIO 
AS DUAS TESTEMUNHAS
AS DUAS TESTEMUNHAS

E darei poder às minhas duas testemunhas, e profetizarão por mil duzentos e sessenta dias, vestidas de saco. Estas são as duas oliveiras e os

dois castiçais que estão diante do Deus da terra. (Apocalipse 11:3-4)

Alguns comentaristas apontam as duas testemunhas vestidas de saco como sendo Moisés e Elias, ou Elias e Eliseu, ou Enoque e Elias; outros sugerem que as duas testemunhas são Enoque e Elias, pois são os únicos que, em corpo físico, foram arrebatados ao Céu.

Segundo esta última possibilidade, Enoque e Elias  voltarão à terra durante a Grande Tribulação, e hão de morrer.

Já o comentarista do Novo Testamento de Aplicação Pessoal aponta Moisés e Elias, pois os dois fizeram milagres semelhantes, os quais estavam presentes na  Transfiguração de Jesus (Mat 17.1-7)

No seu  livro, pastor Elinaldo comenta: “não se sabe quem serão elas. Não devemos ir além do que está escrito (1 Co 4.6).” 

Ninguém fará mal às duas testemunhas

Por um tempo será impossível algum ímpio fazer mal às duas testemunhas, conforme o texto sagrado descreve:

E, se alguém lhes quiser fazer mal, fogo sairá da sua boca, e devorará os seus inimigos; e, se alguém lhes quiser fazer mal, importa que assim seja morto.” (Apocalipse 11:5)

As duas testemunhas lançarão fogo de suas bocas, destruindo os seus inimigos; ninguém lhes fará mal, pois morrerá.

Não choverá nos dias da profecia das duas testemunhas, conforme o texto sagrado que se segue:

Estes têm poder para fechar o céu, para que não chova, nos dias da sua profecia; e têm poder sobre as águas para convertê-las em sangue; e para ferir a terra com toda a sorte de pragas, todas quantas vezes quiserem.”(Ap 11:6)

Semelhantes a Elias, estes profetas tem poder para fechar o céu e não chover, visto que Elias fez o mesmo, conforme 1 Reis 17.17.

Moisés feriu as águas que estavam no rio do Egito, e se tornaram sangue (Êxodo 7.2); como já vimos, as testemunhas farão o mesmo.

A besta fará guerra contra as duas testemunhas

E, quando acabarem o seu testemunho, a besta que sobe do abismo lhes fará guerra, e os vencerá, e os matará. (Ap 11:7)

Decorridos três anos e seis meses de ministério das testemunhas, a besta lhes fará guerra, e as matará. 

Os corpos das duas testemunhas ficarão expostos, conforme o versículo 8 descreve: “E jazerão os seus corpos mortos na praça da grande cidade que espiritualmente se chama Sodoma e Egito, onde o seu Senhor também foi crucificado.”

O mundo assistirá

E homens de vários povos, e tribos, e línguas, e nações verão seus corpos mortos por três dias e meio, e não permitirão que os seus corpos mortos sejam postos em sepulcros. (versículo 9)

Os povos, tribos, línguas e nações assistirão  esse acontecimento através da Televisão e Internet.

Os habitantes da terra se alegrarão

Com os corpos dos dois profetas expostos em praça pública, causarão alegria aos que habitam na terra, conforme descreve o texto do mesmo capítulo 11, versículo 10:

E os que habitam na terra se regozijarão sobre eles, e se alegrarão, e mandarão presentes uns aos outros; porquanto estes dois profetas tinham atormentado os que habitam sobre a terra.”

As palavras destes  profetas tinham remoído com a consciência dos homens que não deram ouvidos as suas  profecias.

As duas testemunhas ressuscitarão

E depois daqueles três dias e meio o espírito de vida, vindo de Deus, entrou neles; e puseram-se sobre seus pés, e caiu grande temor sobre os que os viram. (versículo 11)

Com os corpos expostos e os ímpios em festas,  receberem o espírito de vida, conforme o texto. Com a ressurreição das duas testemunhas, o que era alegria dos homens, foi transformado em temor.

Uma grande voz do Céu as chama, conforme está escrito:

“E ouviram uma grande voz do céu, que lhes dizia: Subi cá. E subiram ao céu em uma nuvem: e os seus inimigos as viram.”(Versículo 12)

Com o arrebatamento das duas testemunhas na mesma hora, virá um grande terremoto, caindo a décima parte da cidade, e com o terremoto serão mortos sete mil homens, e os demais ficaram muito atemorizados, e DERAM GLÓRIAS AO DEUS DO CÉU. (Ap 11.13-14)

Com este evento virá  o segundo ai

 É passado o segundo ai; eis que o terceiro ai cedo virá.” (versículos 13-14)

Aqui, provavelmente, haverá arrependimento  e salvação, pois fala em atemorizados e deram glórias ao Deus do Céu, posto que o Senhor Deus é misericordioso e JUSTO JUÍZO. Amém!

Vem o terceiro ai

As seis primeiras trombetas tinham sido tocadas, como já vimos descritas acima, e ocorreu um intervalo, tal como houve um intervalo entre o sexto e o sétimo selo.

A quinta trombeta trará o primeiro ai, e com a sexta trombeta o segundo ai.