RIBEIRO ROCHA JULIO 
Cap 126 Como se eu vivo fosse
Cap 126 Como se eu vivo fosse

            Excluído e sem salário, fui com minha esposa ao Instituto de Previdência dos Servidores do Estado - IPE -, onde nos deram uma relação de documentos, a fim de habilitá-la ao recebimento da pensão.

Dentre os documentos que a Polícia Militar nos forneceu, um teve assombroso destaque na mídia. Era uma declaração, na qual dizia textualmente:

“OS BENEFICIÁRIOS FICARÃO RECEBENDO O EQUIVALENTE AO QUE ELE RECEBERIA SE VIVO FOSSE”.

O serviço social do IPE preparou o processo avisando que levaria uns quatro meses para começar a receber a pensão, mas, só pagaria à viúva o equivalente ao meu salário base, que seria um terço dos meus vencimentos. Entretanto, não era o que a Constituição Federal dizia ao assegurar que a pensão era igual ao que o cidadão ganharia se estivesse vivo.

Uma advogada do setor social que mantinha filhos,  genros, parentes, aderentes, gatos e papagaios faturando como servidores do IPE, com altos salários, era literalmente contra ao recebimento certo, com a qual travei acirradas discussões.

Até a Assistente Social, sem nenhum conhecimento de causa, dizia que o recebimento só do salário base, seria uma maneira de me penalizar, com a qual tive violento diálogo.

O processo tomou destino à Assessoria Jurídica do IPE, aonde eu fui discutir com os advogados, os quais  não conhecendo a legislação da corporação, entendiam que  o direito de minha esposa seria só o salário base.

Mas, eu não lhes dei tréguas. Não desisti. Resolvi acabar de vez com aquela dúvida ao perguntar a um dos advogados:

  • Doutor, quem estar aposentado com mais de 30 anos de serviço, perde algum direito?
  • Não.
  • Doutor!... Eu estou na reserva, doutor. Servi mais de 30 anos. E minha esposa tem o mesmo direito. Estou certo, doutor!?
  • É!?... Estar, sim.
  • E, então!? Como é que o senhor quer prejudicar minha esposa?
  • Não!... Assim, não! Ela tem direito integral - concluiu inteligentemente.

Venci a batalha, mas, faltavam vários meses para o recebimento da pensão. E a grande guerra que eu estava travando era contra a fome, sem ter nenhuma reserva financeira. Eu e minha família já estávamos passando dias sem nos alimentar.