RIBEIRO ROCHA JULIO 
Cap 154 A mensagem 141
Cap 154 A mensagem 141

 

             Baseando-se na gorada sugestão do secretário - aquela dos 120, 121, 123 reais - o governador mandou preparar a mensagem 141, que seria posteriormente enviada à Assembléia Legislativa, através da qual, simplesmente, arrasava com os impetrantes da ação. E o pior: A mensagem mudava parte do artigo que nos dera direito à impetração do mandado.

Mas, imagine que danosa afirmação do   governador, em sua mensagem, dizendo que estaria cumprindo a decisão judicial contida no Recurso em Mandado de Segurança - RMS 3056/RN.

  • A mensagem acabava com o abono que estava sendo pago aos alunos soldados, soldados, cabos e sargentos, transformando-o em soldo. Seria maravilhoso se ao transformá-lo em soldo, houvesse elevado o percentual que fora de 35.40% para os demais segmentos hierárquicos.
  • Que nada!...
  • Desastrosamente, mudava o índice escalonado do aluno soldado ao subtenente, e enquanto aumentava 91 reais para o soldado, o subtenente teve direito a 20 reais. Do ponto de vista da sargentada existia um objetivo: Massacrar os impetrante da ação. E foi.

Mais uma vez faltou interesse do Comandante Geral, coronel Mesquita, vez que ele poderia ter ido ao governador e solicitado que não mudasse o escalonamento vertical e estendesse aquele índice para o resto da tropa. Ele, entretanto, não queria nem ouvir falar sobre a ação judicial. Ser-lhe-ia mais proveitoso enfrentar a fúria do secretário José Carlos Leite.