Criar um Site Grátis Fantástico
Cap 150 Cobrança dos 5 anos do atrasado
Cap 150 Cobrança dos 5 anos do atrasado

 

                Com a primeiro vitória junto ao Superior Tribunal de Justiça, que reconhecia o nosso direito, a comissão sob a minha presidência que estava à frente a fim de administrar os conflitos, convocou os presidentes das entidades representativas de classe da instituição para uma reunião no escritório do advogado José de Ribamar de Aquiar, cujo objetivo era entrar com uma ação de cobrança  dos 5 anos de atrasado, considerando que o nosso direito retroagia 5 anos.

Na primeira reunião, eles lá não foram. Na segunda reunião, compareceu o soldado José Luiz, o novo presidente da Associação de Cabos e Soldados. Na terceira reunião, compareceu o soldado José Luiz, enquanto o sargento Siqueira procurou o advogado no dia seguinte, quando assinou a procuração, que já estava assinada pelo soldado José Luiz.  No dia 20 de agosto de 1997, eu e o doutor José de Ribamar fomos ao Cartório Distribuidor, e lá demos entrada na Ação de Cobrança Cumulada com pedido parcial de antecipação de tutela. A Associação de Cabos e Soldados pagou as custas do processo que lhe tocava, mas o Clube Tiradentes jamais pagou.

Na ação, o advogado requereu que o doutor Juiz solicitasse ao Comando Geral da Polícia Militar a listagem dos praças. O Departamento de Pessoal, que era o órgão responsável pelo fornecimento do documento, extraviou o ofício da justiça.  Tudo levando a crer que foi de propósito, razão que me levou ao escritório de Ribamar ao qual solicitei que fizesse petição ao doutor Juiz da vara competente, dando 10 dias de prazo ao Comandante Geral da PM, para a remessa da tal listagem sob pena de punição. E assim, o decretou o doutor Juiz.  De repente a Polícia Militar cumpriu a determinação judicial.